Friday, January 22, 2010

Delegado bagual

Por: Roger Sprode Bruti

Em Santa Maria/RS exerce suas atividades profissionais o Delegado de Polícia mais bagual do Rio Grande do Sul. É o meu amigo André Sesti Diefenbach. É bagual, porque ama as tradições gaúchas como ninguém, trova, faz músicas, vídeos e poemas gaúchos até enquanto está embaixo do chuveiro. Até possui alguns sites sem fins lucrativos cujos endereços são http://www.bagualismo.tv e http://blogopoeta.blogspot.com Todo ano o André ganha prêmios regionais e nacionais com músicas e poemas de sua autoria.

Na semana passada ele ganhou mais um prêmio literário de âmbito nacional no concurso “Valdeck Almeida de Jesus” com um texto gaudério de sua autoria. Como já ocorreu antes, o escrito desse bagual será publicado em um livro a ser lançado na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, evento que ocorrerá de 12 a 22 de agosto de 2010, no Pavilhão de Convenções do Anhembi.

Como diz o gaúcho, deem um “espiada” na poesia com a qual ele venceu referido concurso: “Na guerra pela liberdade, lutaram conterrâneos, / Irmãos em lados opostos, soldados apostos, / Lanças, espadas, canhões, os índios em seus redomões... Uns querendo o divórcio, a formação de um novo Estado, / Outros mantendo o consórcio, com o império ao seu lado. / Farrapos libertadores, Pica-paus mantenedores, / E assim foi por muito tempo, o Rio Grande em seu horizonte sangrento... / Muitos encararam a sorte, valentes, guerreiros, / Neste jogo de vida e morte, disputado por lanceiros, / Alguns se tornaram heróis e até hoje vivem na história, / Vários tombaram no campo, sendo apenas esta sua glória. / No final, apesar da derrota, a vitória foi Farroupilha / Pois mostrou ao mundo inteiro que gaúcho é xucro e não se encilha!”

Afirmo aos leitores: há pessoas que moram bem ao lado de nossas casas, mas que jamais passaria por nossas cabeças quais maravilhosos talentos elas possuiriam. Por vezes, desenvolvem suas artes timidamente, só para si, no interior dos seus quartos. São pintores, escritores, músicos, enfim, pessoas com talentos os mais peculiares. Você leitor certamente deve ter um.

A verdade é que todos nós possuímos algum hobby em particular. E como é bom descobrirmos que o Fulano gosta de ler livros tão interessantes, sobre temas cuja existência nem imaginávamos haver; que Beltrano gosta de tocar blues com o seu violão, escondido em seu quarto; que Sicrano gosta de escrever para o Jornal “A Razão”, por puro prazer, sem esperar nada de retorno. Talentos assim, ao meu ver, devem sempre ser cultivados e preservados.

Fonte: Galinha Pulando

Thursday, January 21, 2010

Projeto “Alma Brasileira” anuncia resultado de concurso literário

RESULTADO do 1º CONCURSO DE POESIA- MÃOS QUE FALAM
O PROJETO ALMA BRASILEIRA TORNA PÚBLICO O RESULTADO FINAL DO

1º CONCURSO DE POESIA – MÃOS QUE FALAM
LANÇAMENTO DIA 30/01/2010

convite
Sandra L.Stabile e Poetas convidam a todos para
Uma festa literária imperdível!
FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

Local: Biblioteca do Instituto de Matemática – UFBA - Ondina.
Horário: 19: ás 22:00 hs Salvador- Ba

Descrição do Evento: Depois do grande sucesso com a primeira edição da Antologia Alma Brasileira Poemas e da Antologia Alma brasileira -Crônicas em São Paulo , Bahia e Aracaju ,fruto da união de várias entidades e agentes culturais, está tudo pronto para a sua 3ª edição. Desta vez em outro ambiente, no Fórum Social Mundial que se realizará em Salvador-Ba dias 28, 29 e 30 de Janeiro o evento contará com a seguinte


GANHADORES

Diná Fernandes da Silva
1º Colocado
 
 Tarde Inquietante
Tarde morna de céu acinzentado
Pensamento solto... Inquietante!
Dói no peito o sentimento velado
Quisera alçar vôo como ave migrante
No poente ainda brilha os raios dourados
Do sol. Encanta-me o arrebol pujante
Introspectiva... Entrego-me ao passado
No coração, uma saudade arquejante
No regato, águas remanceando
A correnteza deslizando suavemente
Borbulham e seguem serpenteando
Finda o dia e minha tarde inquietante
O gorjeio das aves anunciando
O anoitecer. E a tarde suavemente
Vai caindo, caindo e adormecendo...
Nos braços da lua que chega sorridente.



Claudia Corbal
2º colocado
Consumista


Seu hobby é comprar.
Compra sapato;
compra roupa;
compra carro,
compra touca.
Arrasta tudo o que vê na frente;
é amigo de todos os gerentes,
tem mais de dez cartões.
Empréstimo? Já pegou milhões!
Tá sempre endividado;
quando percebe fica estressado.
Para acalmar vai para o shopping,
volta ainda mais irritado,
não por preocupação,
Está com a cabeça fervendo! Irado!
Porque acabou o limite do cartão,
até receber não pode gastar.
Mas gastar o que?
Tá de cheio contas pra pagar!
Anda mais duro que bola de bilhar;
já cortaram até a sua luz!
Vai pedir dinheiro pra quem?
Seus ex-fiadores fogem mais dele
do que o diabo da cruz!
A solução é empurrar com a barriga,
mês que vem tá chegando,
e a vida existe pra ser vivida!
Pede um vale pro patrão,
que já está de saco cheio!
Mas fazer o que?
Sem grana a vida fica sem recheio,
e consumista que se preze,
tá sempre precisando de dinheiro!


Valeria Guerra
3º colocado



Fotos
Fotos... Arremessadas...
Em meu olhar...
Sou aquele que há...
Alheio ao universo...
Eu vou seguir funesto...
Sem noção..
Vejo rimas e discórdias...
Naturais..
Dentre as doutrinas tão iguais...

Vem!
Tempo do destino,
Enclausura minha noite e instaura teus delírios...
Em meus vãos...

No teu sorriso, não choro...
Mas sem fingir...
O medo é real... Secular...

Sou viajante das iniqüidades..
Sobrevivo da partida..
OU da chegada de alguém..

Vem... Tempo do destino
Enclausura minha noite e instaura teus delírios...
Em meus vãos.
Quero o inacessível...inerte...
Na principal via...pública..
Arrebento meu feliz mistério e fim.

Poema destaque


Fátima Sansone
Chance de recomeçar

A nossa vida é uma renovação constante...
Com o passado distante...
Trazendo para nós o presente...
Mudando atitudes daqui para frente...
Podendo compor... Um futuro descente

Um futuro composto de amor...
Enchendo o coração de calor...
Um brilho diferente no olhar...
Por ter conseguido conquistar...
A mudança... Que propôs alcançar

Sentimento de vitória...
Futuro de muita glória...
Desenhando nosso presente com cuidado...
Afastando a tristeza do passado

Deus em sua infinita bondade...
Dá-nos a chance a cada momento...
De podermos mudar o que sentimos de errado...
Evoluindo e aprendendo

Só depende de nós... Aprender a lição...
Compondo um futuro...
Que nos dará orgulho...
De carregar... No coração!

POETA HOMEGEADO
Singrid Spolzino

TEXTO CONTRA CAPA
Eriem Ferrara


Sandra Stabile
Salvador-Ba

Você já leu Memorial do Inferno, de Valdeck Almeida de Jesus?

Followers

About Me

My photo

VALDECK ALMEIDA DE JESUS nasceu em Jequié, Bahia, em 1966. Jornalista, trabalha, atualmente, como funcionário público, editor de livros e palestrante. Publicou os livros Memorial do Inferno: a saga da família Almeida no Jardim do Éden, Feitiço contra o feiticeiro, Valdeck é Prosa e Vanise é Poesia, 30 Anos de Poesia, Heartache Poems, dentre outros. Participa de mais de 30 antologias. É organizador e patrocinador do Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia, desde 2005. Expõe seus textos no site www.galinhapulando.com

Contato com o autor: poeta.baiano@gmail.com

Minhas Músicas


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com