Friday, December 31, 2010

Salvador, terra do Axé e da Alegria?

Autor: Valdeck Almeida de Jesus

.
A capital baiana é limitada pelo mar. A península tem bairros bem cuidados, na orla norte, partindo da Barra até as praias do Flamengo. A orla sul, da Barra a São Tomé de Paripe, não tem o mesmo tratamento. Talvez o motivo seja o poder aquisitivo de quem reside em cada uma das localidades, denunciado pelo tipo de moradia e pela cor da pele.
.
Outra limitação é o cerco musical. A maioria das emissoras de rádio toca o mesmo ritmo o ano todo. Televisões, jornais e internet acompanham este samba de uma nota só, culminando numa apoteose durante o carnaval exclusivo. O incentivo vem de troféus, festivais, encontros, ensaios, brindes e outras artimanhas realizados todos os meses. Sempre há uma festa que combina qualquer outro estilo com o pagode e o axé. Pode-se chamar isso de oligopólio? Talvez, devido à concentração de tantas emissoras nas mãos de poucos, que ditam o que vai e o que não vai fazer "sucesso". De tanto ouvir o mesmo tom, os ouvidos soteropolitanos se "acostumam" e, aí, cria-se um novo consumidor e mantém-se cativo o já "catequizado".
.
A musicalidade baiana gera renda, muita renda. Há artistas que vendem milhões de cópias, fazem shows pelo mundo afora, realiza carnavais em todos os estados. Muitos desses grupos vivem em mansões ou apartamentos suntuosos, debruçados sobre a Baía de Todos os Santos. Estes mesmos "santos", não abençoam todo mundo. Privilégio é para poucos. "Talento" também não é para todo mundo. Afinal, domesticar um povo para admirar e curtir apenas uma sonoridade custa investimento em tecnologia, pagamento a profissionais e renovar equipamentos, gerar "novidades" todos os anos, rebatizar o mesmo ritmo e "criar" novos adeptos.
.
O carnaval e os cantores e músicos baianos não são culpados pela miséria que reina em Salvador. Absolutamente. Eles são, apenas, uma parte da população e dos mecanismos que vivem e sobrevivem, produz e reproduz o modelo de sociedade em que nem todo mundo tem o título de sócio. A democracia serve para isso mesmo: dar César o que é de César, a cada um segundo o seu esforço. Mas, por trás de toda engenhosa habilidade de lucrar e viver honestamente às custas do próprio suor, sempre tem uma máquina trabalhando, a qual não deixa brechas para todo mundo entrar. A política cultural do estado dorme e sonha uma nova realidade a cada ano, a mesma para os mesmos, em que apenas um grupo lucra e desfruta da "Terra da Felicidade".
.
O sorriso largo do baiano, a receptividade, o espírito não-guerreiro, fazem desse povo, digo, aquele que mora em palafitas, favelas e subúrbios, um povo hospitaleiro, de paz. Mas paz não enche barriga. Enche, sim: durante as folias, há sempre espaço para quem puder vender cerveja num isopor; churrasquinho na esquina e pegar ônibus lotado para voltar pra casa. Afinal, "a praça é do poeta e o céu é do condor."
.
Fonte: Galinha Pulando

Tuesday, December 21, 2010

Caculé brilha na Noite Cultural

Antonio Santana, Leandro Flores, Valdeck Almeida e Renata Rimet

A festa literária foi organizada por Leandro Flores, com a participação dos artistas da palavra Valdeck Almeida de Jesus, Antonio Santana, Renata Rimet, entre outros, o evento marcou o lançamento do site oficial do escritor Leandro Flores: http://www.leandroflores.com.br/, bem como exposição de livros dos autores participantes e relançamento de “Carta ao Presidente” e “Poesia e Contos para todos os Cantos”.
.
Os poetas falaram sobre experiências e expectativas em relação à cultura e à literatura, sob os olhares e ouvidos atentos da sociedade local. O ambiente, um lavajato ecológico que à noite se transforma na Passarela Caculé, abrigou gente bonita que curtiu drinques, petiscos e muito papo descontraído. A atenção era para tudo o que foi apresentado pela radialista Elisângela Alves. Estiveram presentes, também, artistas locais, políticos, representantes sociais e profissionais da educação da cidade de Caculé. A parte musical ficou por conta do show com a cantora Milta Cecília.
.
Um dos momentos mais marcantes da noite foi o recital de poesia, no qual pessoas como Gardênia Alves, da rádio Atalaia FM, o Poeta Caculeense Carlos Souza (o Carlinhos), Eder Fernandes, filho da professora Ana Maria, recitaram poemas do escritor Leandro Flores. Para o homenageado da noite, Leandro Flores, que também foi aplaudido pelo seu aniversário, o fomento cultural em um país em que quase não se valoriza a cultura é um desafio para qualquer artista. “Porém, o objetivo principal foi alcançado, que foi fazer acontecer um encontro entre artistas locais e de outras cidades”, ressaltou Leandro Flores.
.
Os mais de 1500km que a dupla Renata Rimet e Valdeck Almeida de Jesus percorreram foram recompensados. A paisagem, geografia e as cidades visitadas estão presentes em quase 800 fotos. O roteiro foi: Salvador, Feira de Santana, Santo Estêvão, Jequié, Manoel Vitorino, Poções, Planalto, Vitória da Conquista, Anagé, Caraíbas, Brumado, Ibiassucê e Caculé. A viagem de ida sempre parece mais longa, mas se percebe, na volta, que, apesar de a mala do carro vir abarrotada de requeijão e iguarias compradas à beira da estrada, além das centenas de fotos, a sensação de quem volta de uma viagem cultural é de saudade e de que deixou alguma coisa para trás.
.
Agora, com os caminhos abertos, o retorno é certo. Já existem planos de um novo evento em 2011. Talvez seja necessário alugar uma Kombi para levar tanta gente interessada, mas que tenha um lugares sobrando para quem quiser fazer o roteiro inverso. Nunca se sabe, né? Afinal, de encontro de poetas pode nascer e tudo.
.
Fonte:
.

Friday, November 26, 2010

Sarau Imagético-Musical sobre corporeidade, educação e arte: Vozes que não calam

Você que é um artista, educador ou estudante, oculto entre trajes diversos, silenciado pelo cotidiano e as pressões de mundo, rogo-lhe atenção, fé e coragem, para, juntos, participarmos do 1 sarau Imagético- Musical sobre corporeidade, educação e arte: Vozes que não calam. Esse Sarau busca da espaço, voz e razão a palavra que não mais consegue residir encarcerada, seja nos corações, seja no silêncio ou na insapiência do tempo. Utilizando-se da magnitude e divindade da poesia, música, literatura de cordel e dança do ventre, buscaremos dentro de um prisma histórico-cultural levantar algumas questões-denúncia sobre os grupos identitários desfavorecidos em nossa sociedade. Portanto, através da arte e do lúdico buscaremos construir uma nova prática educacional no bojo de um conhecimento-emancipação.

Data: 01/12
Local: Faculdade de Educação da UFBA, S/N, Vale do Canela
Sala – Iguape / horário 16 h

Realização: Estudantes da disciplina Imagética e Oralidade na pesquisa histórica ( Mestrado em Educação na FACED/UFBA) Professores: Miguel Bordas e Maria Cecilia de Paula

Cronograma

- Abertura
- Apresentação de Dança do Ventre com a bailarina Miliane Tahira
Estilo de Música Rotina Clássica.

Miliane Tahira – Coordenadora do Proinfantil: IAT/ SEC. Psicóloga/ Psicomotrista/ Educadora Teraupeta Reikiana; Bailarina e professora de Danças Árabes, desenvolveu  a dança Árabe como método terapêutico e recurso educacional para mulheres, crianças e pessoas com deficiências, além de ter desenvolvido um curso de aperfeiçoamento para professoras de Dança do Ventre.

- Apresentação de Dança Libanesa com traços egípcios com a bailarina Hana Karim Hayar Akkari

Ana Karina Akkari - Hana Karim Hayar Akkari  - Psicopedagoga Clínica, Institucional e Hospitalar. Coordenadora Pedagógica e Professora Universitária. Um dos seus propósitos de vida é apresentar com maestria e respeito à tradição a Dança do Ventre nos espaços universitários da sala de aula

- Exposição de um breve vídeo sobre a situação dos rios de Lauro de Freitas

- Intervenções Poéticas

Tássio Revelat – Professor de história, especialista em docência do ensino superior, poeta e gestor cultural. Coordenador do Projeto Sócio-educativo Amantes do Conhecimento, que é desenvolvido em algumas escolas públicas de Lauro de Freitas, membro do CEPA (Círculo de Estudo, Pensamento e Ação) e colaborador do Projeto Fala Escritor e Movimento Artpoesia.

Valdeck Almeida de Jesus – Jornalista, escritor, poeta e funcionário Público Federal. Ao longo da sua carreira de escritor já recebeu vários prêmios literários, como o primeiro lugar no concurso sobre Paralisia Infantil, promovido pela Diretoria Regional de Saúde de Jequié- BA. Integrante do Projeto Fala Escritor e Artpoesia. Autor do livro “Memorial do Inferno, A Saga da família Almeida no jardim do Éden”, dentre outros

Márcio Lima - Licenciado em Educação Física e especialista em educação escolar.

Aloísio Lisboa - Educador, poeta e cordelista. Autor do livro: “ Terras de Ipitanga” Livro que narra de forma poética a história de Lauro de Freitas, antiga Santo Amaro de Ipitanga.

Josué Ramiro Ramalho – Filósofo, educador e poeta. Autor do livro: “Voô livre em Verso e Prosa”.

Breve Intervalo

Exposição de Telas com o artista plástico Luiz Ramos

Luiz Ramos – Artista Plástico, educador, poeta, membro do conselho de Direitos Humanos de Lauro de Freitas e ator. Além de participado como artista plástico de várias exposições nacionais e internacionais, realizou como ator significativos trabalhos na área cinematográfica como o curta ficção “Morar“, dentre outros.

- Cantigas e capoeira
- Apresentações de música
- Encerramento
 

Escritor Valdeck Almeida de Jesus toma posse na Academia de Cultura da Bahia

A Academia de Cultura da Bahia (ACB), a Federação das Academias de Letras e Artes da Bahia (FALA, BAHIA), A Faculdade 2 de Julho, a Faculdade Hélio Rocha, o Instituto Geraldo Leite e a Academia Maçônica de Letras da Bahia, convidam à solenidade de posse que ocorrerá dia 17/12/2010 (sexta-feira), a partir das 16:00 hs, na Capela do Colégio 2 de Julho, em Salvador-BA.

Eleitos à ACB
Alcides Lisboa (maestro que se apresentará com o Coral da EMBASA), Antônio Ricardo da S. Benevides, Eurípedes Barbosa Ribeiro, Evandro Falcão Vieira, Ivone Alves Sol, Josenice Góis de Almeida, Lucas Carneiro de Lima e Silva, Ludmyla Rodrigues da Silva, Políbio Hélio Lago, Kátia Cunha M. Moreira dos Santos, Valdeck Almeida de Jesus. Eleitos à Academia Internacional de Letras, Ciencias y Artes, sediada em Buenos Aires – Argentina: Geraldo Leite, José Alconso da S. Filho, Lucymar dos Santos Soares, Míriam de Sales Oliveira,
VALDECK ALMEIDA DE JESUS
Site:
 
Homenageados
Geraldo Leite, ex-magnífico reitor da UEFS, lançamento (na ocasião) do Prêmio Geraldo Leite de Vídeo (DVD) 2011, pela ACB, Aurélio Schommer (Câmara Bahiana do Livro), Anaci Bispo Paim, ex: magnífica reitora da UEFS, secretária de Educação da Bahia e de F. de Santana, atual presidente da Academia de Educação de Feira de Santana, Domingos Leonelli, ex-deputado federal (PSB) e secretário de Turismo do Estado da Bahia, deputado Álvaro Gomes (PC do B), autor do PL que isenta o consumidor da taxa extorsiva em telefones fixos, deputado federal Severiano Alves (PMDB), autor de PLs que beneficiam o professor e de Moção de Congratulações à ACB no Congresso Nacional, Elena Sahno, visitante russa, universitária e pesquisadora, Jair Tércio Cunha Costa, Grande 2º Vigilante da Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia, Maria da Conceição Santos Caldas e Mônica Cestari (Espaço Terapêutico Anastasis – Barra), Jackson Rubem – fundador Academia de Letras de Irecê – BA.

Educadores do Ano 2010
Josué da Silva Mello (Colégio e F2J) e Tecla Dias de Oliveira Melo (Faculdade e Colégio 2J).

Lançamento dos livros
1. O Violeiro da Espiral, autor Carlos Pitta, músico, poeta e cantor.
2. Idílio do Cactus Empedernido, autor Lucas Carneiro de Lima e Silva (recipiendário). 3. Poemas Filosóficos, autor Evando Falcão Vieira (recipiendário).

Exposição e Participação no Festival do Livro
Sangue de Irmãos, autor José Aras. A Bahia de Outrora, escritora Míriam Sales. Alegria de Viver, escritor Ricardo Benevides (recipiendário). Reminiscências, autor Geraldo Leite (Pres. da Fundação José Silveira e do Instituto que tem o seu nome). Maktub (e-book), autora Míriam Sales. Lampião na Bahia e o DVD Euclides da Cunha e a Bahia, ambos de Oleone Coelho, co-direção do filme com Carlos Pronzato. Euclides da Cunha e o Sertão de Canudos, autor José Dionísio Nóbrega (membro da co-irmã ALAS, Academia de Letras e Artes do Salvador. Amores Dispersos e Outros Versos, escritor Eurípedes Barbosa (recipiendário). Livros do Catálogo do acadêmico Elvino Almir Tosta. A Yoga de Jesus ("Eis que o Reino de Deus está Dentro de Vós"), autoria do sábio hindu Paramahansa Yogananda, fundador em 1920 da Self – Realization Fellowship (www-yogananda-srf.org).

Menção Honrosa
Prof. de Física Marival Chaves, projeto EDUCA BAHIA. Profa. Lélia Oliveira – Pres. ALA/FS. Professores Gildásio Freitas e Marivaldo Paixão, respectivamente presidentes da ALARME e da ALALF. Prof. Luiz Barreto Vieira, Ciência da Espiritualidade, ex-diretor do Colégio Central da Bahia. Madalena Lima, poetisa, alegria da ACB, cantora.

Conferência
"Meu Deus, Estamos Matando o Planeta! Ainda há tempo?!" A ser proferida pela Psicóloga, acadêmica, Profa. titular da UNEB, Eliane Quadros.

Saudação aos Recipiendários e Homenageados
Dr. Dorival Ferreira da Silva (membro da ACB e da ALARME).
Apresentação do Coral da EMBASA com temas natalinos, regência do Maestro e pianista Alcides Lisboa (recipiendário).

Manifesto de apoio pela ACB e instituições promotoras do evento ao Plano Nacional do Livro e Leitura do Governo Brasileiro (Min. da Cultura e de Educação – www.pnll.gov.br e www.prolivro.org.br, bem como divulgação e apoio ao Prêmio Maria Tereza Pacheco, parceria da ACB com Institudo Geraldo Leite, Fundação José Silveira, Instituto Médico Legal Nina Rodrigues, UFBA, UCSAL, Escola Bahiana de Medicina, Academia de Polícia Militar, ABM, CREMEB, Academia Baiana de Educação, Academia de Educação de FS e CLISA. Inf. sobre o Prêmio: www.fjs.org.br e ou centrodepesquisa@fjs.br. Benjamin Batista de Macedo Filho Pres. da Academia de Cultura da Bahia e da FALA, BAHIA Josué Mello Diretor do Colégio e da F2J Hélio Rocha Diretor da FHR Geraldo Leite Pres. do Instituto Geraldo Leite Antônio Francisco Costa Pres. Academia Maçônica de Letras da Bahia

SERVIÇO
Onde: Faculdade Dois de Julho
Endereço: Rua Leovigildo Filgueiras 81 (Garcia), Salvador-BA
Quando: 17.12.2010, a partir das 16 horas
Estacionamento gratuito e com segurança, entrando na esquina em frente ao Colégio Antônio Vieira (R. Cônego Pereira Marinho) e procurar o portão azul que dá entrada ao pátio da F2J.

 
 
http://www.eunanet.net/beth/news_coluna.php?col=193&pst=3509
http://www.galinhapulando.jex.com.br/espaco+do+escritor/escritor+valdeck+almeida+de+jesus+toma+posse+na+academia+de+cultura+da+bahia
, 43 anos, é jornalista, funcionário público, editor, escritor e poeta. Membro da Academia de Letras de Jequié, da Academia de Cultura da Bahia, da Academia de Letras de Teófilo Otoni, dos Poetas del Mundo, do Fala Escritor e da União Brasileira de Escritores. Embaixador Universal da Paz. Publicou os livros Memorial do Inferno: a saga da família Almeida no Jardim do Éden, Feitiço contra o feiticeiro, Valdeck é Prosa e Vanise é Poesia, 30 Anos de Poesia, Heartache Poems, dentre outros, e participa de mais de 60 antologias. Organiza e patrocina o Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia, desde 2005, o qual já lançou mais de 600 poetas.
Valdeck Almeida de Jesus.

Baiano é eleito para a Academia de Letras de Teófilo Otoni

O poeta foi escolhido por unanimidade para ocupar uma vaga de Membro Correspondente da academia e toma posse no próximo dia 11 de dezembro. Natural de Jequié-BA, o jovem escritor Valdeck Almeida de Jesus reside em Salvador, onde trabalha e atua nos principais movimentos literários da cidade. Da capital baiana ele comanda um concurso de poesias que já ganhou o mundo e publicou mais de 600 novos poetas na praça, inclusive escritores portugueses, americanos, venezuelanos, moçambicanos e de outras nacionalidades.

Valdeck Almeida de Jesus é jornalista, funcionário público, editor, escritor e poeta. Membro da Academia de Letras de Jequié, da Academia de Cultura da Bahia, dos Poetas del Mundo, do Fala Escritor e da União Brasileira de Escritores, além de ter sido indicado e empossado como Embaixador Universal da Paz. Publicou os livros Memorial do Inferno: a saga da família Almeida no Jardim do Éden, Feitiço contra o feiticeiro, Valdeck é Prosa e Vanise é Poesia, 30 Anos de Poesia, Heartache Poems, dentre outros, e participa de mais de 60 antologias.

Saturday, September 18, 2010

ANTOLOGIA EM LÍNGUA PORTUGUESA

HOMENAGEM a POETAS PORTUGUESES

1 – A antologia Homenagem a Poetas Portugueses visa valorizar a língua portuguesa e divulgar os novos artistas da palavra de Portugal no Brasil e nos países lusófonos, através da publicação, divulgação e intercâmbio de poemas entre estes países.

2 – A adesão acontece até 30 de outubro de 2010, através do e-mail valdeck2007@gmail.com (poesia de até 20 linhas, minibiografia de até cinco, endereço completo, com Código Postal e fone de contato), bem como o pagamento de R$ 200,00 (duzentos reais), depositados na conta:

VALDECK ALMEIDA DE JESUS
BANCO DO BRASIL
AGÊNCIA 4881-X
CONTA CORRENTE 105 257 8

3 - A poesia não precisa ser inédita, versando sobre temas relacionados a Portugal (exceto apologia ao uso de drogas, conteúdo racista, preconceituoso, propaganda política ou intolerância religiosa ou de culto). Cada autor responderá perante a lei por plágio, cópia indevida ou outro crime relacionado ao direito autoral. A inscrição implica concordância com o regulamento e cessão dos direitos autorais apenas para a primeira edição do livro.

4 – Cada autor receberá, via correios, cinco exemplares do livro cuja taxa de envio já está incluída no valor da inscrição. Sugere-se que os poetas criem um blog para divulgação dos seus poemas. Os casos omissos serão decididos entre autor e promotor do evento.

5 - O autor que desejar adquirir exemplares extras do livro deverá fazê-lo com o organizador.

O organizador diligenciará o lançamento do livro durante a Bienal do Livro da Bahia, em abril de 2011, no estande da Câmara Bahiana do Livro, caso a obra fique pronta a tempo. A antologia será lançada no estande Giz Editorial, durante a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, em setembro de 2011.

MAIS INFORMAÇÕES:

Valdeck Almeida de Jesus
Tel: (71) 8805-4708
Site do Organizador: http://www.galinhapulando.com/

Thursday, July 22, 2010

Miroka faz Resenha Literária

Tivemos uma semana cheia de acontecimentos literários.
.
Por: Miriam Sales
.
Primeiro, a palestra da escritor Valdeck Almeida de Jesus na Biblioteca Juracy Magalhães, onde narrou para um público atento, passagens de sua vida e da luta travada até chegar a ser um dos mais consagrados escritores baianos da nova geração.
.
Valdeck realiza um trabalho magnífico em prol da Literatura baiana, ajudando outros autores a publicar o livro dos seus sonhos, participando de atividades literárias em comunidades carentes, visitando escolas e bibliotecas públicas.
.
A festa foi proveitosa para todos; cada vez que um de nós se encontra surgem novas ideias, expectativas de trabalhos e realizações e um conhecimento mais profundos entre aqueles que decidiram trilhar o árido caminho literário.
.
A esse, seguiu-se o lançamento da nova antologia do Projeto Alma Brasileira, da Sandra Stábile, “ Amor em Verso e Prosa”, com poemas dedicados aos namorados.
.
Reunindo diversos escritores e estilos, esta Antologia caiu no gosto do povo, principalmente entre as dezenas de clientes da tradicional Cantina da Lua, um ícone da cidade do Salvador, que sempre foi ponto de reunião e debates de intelectuais baianos há muitas gerações. Escritores na antologia: Ivone Alves Soll, Miriam Sales e Eurípedes Ribeiro.
.
Presentes muitos escritores baianos para prestigiar os autores, como, Ivone Soll, cujos versos cheios de sentimento agradam a todos.
.
O lugar era mágico, o calor humano, vibrante, por isso, a festa prolongou-se até muito tarde, regada a vinho e música.
.
Bom, fechamos com o lançamento do novo livro do escritor infanto – juvenil Hugo Homem, “As Travessuras de Frufru”, na Biblioteca Monteiro Lobato, um mimo de estória bem ao gosto da criançada, narrando as peripécias de um peixinho de aquário.
.
Já dizia Schopenhauer (um autor que as crianças não lêem) que um escritor de talento tira dos fatos mais enfadonhos um livro interessante, como um mágico tira um coelho da cartola.
.
O livro, feito em papel reciclado, é muito interessante até para adultos. A apresentação perfeita, muito bem ilustrado e um excelente trabalho gráfico da JM Gráfica e Editora.
.
Autores que querem publicar um livro de qualidade não esqueçam esse nome.
.
Bom, podemos dizer que ganhamos a semana.
.
Apóstolos da deusa Literatura, cada vez que nos reunimos em seu nome, abrem-se novos caminhos e novas oportunidades para todos.
.
Fonte: Academia Poçoense de Letras e Artes

Poetas del Mundo agora tem registro

Associação Internacional Poetas del Mundo
Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP
Registro nº 51.741 - Livro A-182 - fls. 203v/212 de 29.06.2010
4º Serviço Notorial e Registral - Campo Grande MS Brasil

Criamos no dia 22 de junho de 2010, em Assembleia Geral Extraordinária - a Associação Internacional Poetas del Mundo. Aprovamos o Estatuto, o Regimento Interno e demos posse a Primeira Diretoria da novel Entidade.

Poetas del Mundo nasceu da convicção de que estamos num momento crítico da humanidade. O objetivo do Árias Manzo - nosso Presidente Mundial e Fundador - era unir poetas de todo o mundo - até nos tornarmos uma força real que tenha peso e influência no Planeta. Até hoje - funcionou como um Fórum Internacional e está presente em mais de 100 ( cem ) países, nos 5 ( cinco ) continentes, e, contamos com mais de 6.500 ( seis mil e quinhentos ) poetas.

É a globalização da poesia.

Há tempos nossos associados pediam ao Árias a transformação do Fórum em uma Entidade formal que pudesse vir a atuar - ainda com mais força em todos os locais onde sempre manteve sua área ação: Meio Ambiente, Cultura da Paz, Soberania dos Povos, Direitos Humanos, Criança, Menos Favorecidos, Famintos, Miseráveis de todas as áreas - trabalhando em prol e pelo Homem, participado ativamente em favor dos que necessitam da voz do poeta. Não é que a poesia vá mudar o mundo, mas podemos ser uma força real de proporções imensuráveis no equilíbrio da humanidade.

O Manifesto - memorável trabalho do nosso Presidente Fundador, afirma:

" (...) Assim como deterioramos o planeta constantemente com o uso abusivo dos recursos naturais e humanos, assim também se constroem armas de destruição em grande escala, capazes de destruir toda a humanidade em poucas horas, e a supremacia do poder se concentra sempre nas mesmas mãos, no que hoje conhecemos como Império(s). Porém, nem tudo é negativo, porque o caos moral, o caos ético, o caos político (guerras infames), o caos econômico (coisas absurdas) não são outra coisa senão manifestações do PARTO DA HISTÓRIA, como quando uma mulher dá a luz a uma criança; morre uma etapa e surge outra de seu regaço.

1 - Frente a este afã de domínio absoluto que poderá nos levar inevitavelmente à autodestruição e ante a tanta barbaridade. E ante a luz dos novos tempos que se anunciam, os Poetas del Mundo empreendemos o caminho do protesto, por um lado, e da construção de um novo amanhecer, por outro, que conduz à libertação definitiva do homem.

2 - Os Poetas del Mundo, não todos, apenas os Poetas del Mundo, porque nem todos os poetas do mundo estamos dispostos a dizer: não sou, SOMOS. Os que estamos dispostos a abandonar o EGO que está nos matando e somos capazes de olharmo-nos em IGUALDADE, iniciamos a cavalgada coletiva através do mundo e colocamos a arte da poesia a serviço da humanidade.

3 - Ser poeta não significa somente escrever bela poesia, senão que VIVÊ-LA, e vivê-la não significa apenas senti-la, mas também praticá-la, e praticá-la é uma coisa de todos os dias, de sempre enquanto tenhamos cabeça para pensar e coração para sentir.

4 - Ser Poeta del Mundo é algo mais difícil ainda, ser Poeta del Mundo é assumir este manifesto em sua parte essencial; é assumir a defesa da vida, do amor, da diversidade, da liberdade e ser capaz de dizer: dou minha vida pela VIDA, ainda que ame minha vida. Por isso é que dizemos BASTA de estupidez, BASTA de EGOS que não contribuem para o crescimento coletivo, nem pessoal, e coloquemos a arte da poesia a serviço da existência humana. 5 - Ser Poeta del Mundo é ser um guerreiro, ou uma guerreira, que cavalga pelas planuras da existência humana, como faz desde as mais remotas noites dos tempos, em busca da perfeição e do crescimento lícito da vida, enquanto se vive com as roupagens e as condições que temos para fazê-la. É por isso que não seremos passivos diante dos crimes que se cometem dia-a-dia em nome da liberdade, levantaremos nossa voz como um raio de luz e faremos tremer o covarde, porque converteremos a palavra na melhor arma que o assassino haja conhecido ao longo da história (...)"

E, amigos, é a isso que nos propomos!

Ao receber do Árias Manzo o convite para montar a Entidade aqui no Brasil - e, daqui para o mundo - partimos das ideias dele - colocá-las dentro da nossa legislação - e criamos uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP - que estará registrada no Ministério da Justiça, do Meio Ambiente, do Social, da Cultura, de onde - levantaremos nossas vozes - que elas ecoem pelo Mundo todo - em defesa dos nossos ideais e de nós mesmos - habitantes deste planeta - escritores, sonhadores, poetas de todo o mundo.

De acordo com o Árias Manzo - ficou decidido que dois cargos seriam vitalícios: o dele com Presidente Fundador e Mundial e o de Delasnieve Miranda Daspet de Souza - como Presidente Internacional, pois ambos se encontram perfeitamente integrados ao pensamento do Movimento Poetas del Mundo - hoje Associação Internacional Poetas del Mundo.

Apresento a todos - as nossas propostas objetivas, e, de como iremos funcionar. E, logo a seguir - a composição de nossa diretoria - e de nossos Representantes nos Continentes. As pessoas aqui nominadas são os sócio-fundadores. [ Informo também que as representações e diretorias são independentes e autônomas, mas poderão sofrer intervenção da Sede Internacional, se a direção julgar necessária, na forma das leis brasileiras e internacionais, conforme o estatuto e o regimento interno da entidade preveem ].

A posse festiva será em agosto - em Búzios - RJ - por ocasião do -II Encontro Poetas del Mundo – "Fazendo Arte em Búzios" - dias 28 e 29, quando seremos recebidos pela Cônsul daquela cidade - a excelente Sonia Imamura - que também é Sócio-Fundadora, ocasião em que estaremos esperando todos os Poetas del Mundo que puderem se fazer presentes.

Muito obrigada e aguardo-os para um trabalho profícuo em suas localidades, estados, países, continentes - pela vida para a VIDA!

Campo Grande-MS - Brasil, 22 junho de 2010.


Delasnieve Miranda Daspet de Souza
Presidente da Associação Internacional Poetas del Mundo


ESCOLHEMOS COMO OBJETIVOS PRINCIPAIS:

OBJETIVOS PRINCIPAIS :

Art. 4° - POETAS DEL MUNDO tem como objetivos principais: ( do Estatuto )

I – Integrar, entre si, as Culturas de países vários;
II – Congregar pessoas e entidades, nacionais e estrangeiras, dedicadas à Cultura;
III – Empenhar-se, pelos meios e recursos ao seu alcance, no sentido do cultivo, desenvolvimento e aprimoramento das Culturas brasileira e estrangeiras: Letras e Artes em geral, inclusive popular;
IV – Zelar pela prática da cidadania, da igualdade racial, dos direitos humanos, incentivando o espírito de solidariedade nacional e internacional através das Letras, das Artes, ou seja, da Cultura em geral, elaborando e desenvolvendo projetos nesse sentido;
V – Defender o Meio-Ambiente, patrimônio da humanidade, elaborando e desenvolvendo projetos nesse sentido;
VI – Colaborar com os poderes públicos federais, estaduais e municipais e internacionais, visando a promoção das memórias e identidades dos diferentes povos, através de pesquisas e estudos literários, linguísticos, históricos e artísticos;
VII – Incentivar e apresentar sugestões no sentido de aperfeiçoar a legislação sobre assistência à Cultura, Letras e Artes em geral, nacional e internacional;
VIII – Manter intercâmbio com editoras, instituições e pessoas físicas ou jurídicas que possam colaborar para a realização e conquista dos objetivos de POETAS DEL MUNDO;
IX– Promover foros de debates entre POETAS DEL MUNDO e outras instituições, com vistas à superação de obstáculos à promoção cultural e à prática de escritores e artistas brasileiros e estrangeiros;
X – Criar organismos e sistemas de assistência social, de impressão e distribuição de livros, em favor dos escritores e artistas nacionais e internacionais;
XI – Criar instituições de comunicação (jornais, revistas, rádio, TV, sites) para melhor divulgar a literatura, a paz, o meio ambiente, a solidariedade, os direitos humanos, os Poetas Del Mundo.
XII – Promover, incentivar e apoiar, intercâmbios, congressos, encontros, conferências, palestras, exposições, cursos, concursos e eventos outros, sempre visando o aprimoramento das Culturas e Artes com divulgação e realização nacional e/ou internacional, de acordo com as normas desta Associação, aqui especificadas, como das leis vigentes em seus locais de aplicação.
XIII - Implementação de projetos de caráter experimental ou não, de estudos, pesquisa e/ou eventos e ações nas áreas de educação, sociedade saúde, ecologia, saneamento e segurança ou em qualquer outra questão relativa às condições de vida e que seja relevante para os que usufruem das atividades da entidade como para o bem comum de um grupo ou região;
XIV – Atuar na promoção da Ética, da Paz, da Cidadania, dos Direitos Humanos, da Democracia, da Cultura da Paz ;
XV - Apoio a Variedade Cultural - a visão da singularidade de cada ser humano e a singularidade dos grupos de etnias, regiões geográficas, religiões, habilidades e outros (especifique mais) diferentes. Dessa forma, a implementação de projetos contra o preconceito e valorização da variedade, como fator de apoio humanitário e de igualdade de direitos.

Seremos:
DENOMINAÇÃO, FINALIDADES, SEDE, TEMPO DE DURAÇÃO :
Por este documento, fica social, cultural e juridicamente instituído a ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE POETAS DEL MUNDO – associação civil, sem fins lucrativos, patrimônio próprio, duração indeterminada, denominado simplesmente neste Estatuto de POETAS DEL MUNDO que tem por objetivo principal aflorar a paz interior nas pessoas, através do culto, incremento a divulgação da Cultura de todos os povos, sem quaisquer vinculações sectárias, filosóficas, políticas ou religiosas, de fins não econômicos.
§ 1º - Instituições de Saber e Cultura, nacionais ou internacionais poderão filiar-se ao POETAS DEL MUNDO, após aprovação da Presidência, com prévio parecer de aprovação da Diretoria Jurídica desta Associação.
§ 2º - POETAS DEL MUNDO promoverá suas atividades através de Representações Administrativas: a) uma Sede Internacional, brasileira, em Campo Grande – MS, que disporá sobre as políticas culturais da Associação; b) uma Sede Mundial, localizada em Santiago, no Chile; c) Sedes Adjuntas em todos os Continentes e mais o Mundo Árabe, que funcionarão como Vice-Presidências e d) Representação e Diretoria em Países, Departamentos, Províncias, Estados, Municípios. Todos os setores desta Entidade estruturarão seu funcionamento, de acordo com este Estatuto e seu Regimento Interno e as Leis da Região e País de seu estabelecimento.
§ 3º - POETAS DEL MUNDO tem sua Sede no Brasil, que funciona administrativamente à Rua Padre João Crippa, 1065, sala 109, 79.002.380 – Campo Grande – MS – BRASIL -, funcionamento sob a égide deste Estatuto, de duração indeterminada, podendo abrir, a Associação, representações suas em outros Países, Estados e Cidades do território brasileiro e no Exterior.
§ 4º - A Sede Internacional de POETAS DEL MUNDO, Sede Mundial, as Sedes Continentais, Países, Províncias, Departamentos, Estaduais e Municipais, terão como Presidente Fundador, vitalício, o Sr. Luis Arias Manzo – e, todas organizarão suas próprias Diretorias sem ferir as normas deste Estatuto, nem as Leis brasileiras, nem as das Regiões ou Países onde se localizarem



ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL POETAS DEL MUNDO

Presidente Mundial e Fundador

- Luiz Árias Manzo
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=377

Presidente Internacional - ( Executiva )

- Delasnieve Miranda Daspet de Souza - MS - Brasil
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=600

Vice-Presidente

- Zélia Balbina Ferreira - RJ
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=1300

Secretário

- José Faria Nunes - GO
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=1812

2º Secretária

– Amália Clélia Klopper - RJ
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=1315

Tesoureiro

- Nelson Vieira de Souza - MS
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=1275

2º Tesoureiro

– Therezinha Manczak - SC
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=2138

Diretor Jurídico

- Antonio Campos - PE
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=4215

Diretor Patrimônio

– Celito Medeiros - PR
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=726

Conselho Fiscal:
Titulares:

João Drumond - Presidente ( MG )
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=2509

Neida Rocha - Secretaria ( RS )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=1336

Ilda Maria da Costa Brasil ( RS )
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=4761


Suplentes:

Maria Angélica Bernardes ( MG )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=2537

Neli da Silva Corrêa Neto ( RJ )
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=867

Patricia Neme - TO
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo.asp?ID=4150


Diretorias:

Jovem Escritor
Hiago Rodrigues Reis de Queiróz - SP
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=4638

Apoio a Projetos
Ana Cristina dos Reis Cruz ( MG )
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=5065
Zélia Balbina Ferreira ( RJ )
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=1300

Relações Internacionais
Guilem Rodrigues da Silva ( Suecia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=2544

Direitos Humanos
Delasnieve Daspet ( MS )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=600
Marisa Cajado ( SP )
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=932

Meio Ambiente
Ana Candida dos Santos Echevenguá ( SC )
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=5010

Sócio-Cultural
Ana Lúcia Andrade Merij - MG
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=5950
Robson Simões de Almeida - MS
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=6581
Miguel Ângelo Mejias-Cortez Carvalho - RJ
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=5673
Marilza Albuquerque de Castro - RJ
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=888



Posse festiva da Diretoria:
2º ENCONTRO ANUAL POETAS DEL MUNDO - FAZENDO ARTE EM BÚZIOS
Sonia Medeiros Imamura
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo_america.asp?ID=5307


Diretorias e Representações Internacionais:

ALPHONSE PACIFIQUE HITIMANA
( Africa )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_africa.asp?ID=3600

YOUSSEF RZOUGA
( Mundo Árabe )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=935

PATRICK DUQUE ESTRADA
( Europa )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=3221

SONNET MONDAL
( Asia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_asia.asp?ID=5384

LUCINA MEDINA DE BARRY
( Oceania )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=3425

SIBONEY DEL REY e LUIS GILBERTO CARABALLO
( Venezuela )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=3821
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=435


FELICIANO MEJIA HIDALGO, JOHNNY BARBIERI e GLORIA DAVILA ESPINOZA
( Peru )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=584
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=4261
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=591

HERNANDO ARDILA GONZÁLEZ, HECTOR JOSE CORREDOR CUERVO e MAGGY GÓMEZ SEPÚLVEDA
( Colômbia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=590
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=546
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=6008


ROBERTO BIANCHI
( Uruguai )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=473


FRANCISCO AZUELA e EDMUNDO TORREJON JURADO
( Bolívia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=602
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=1970

MOHAMMED HARBI
( Arábia Saudita )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1076


NOUARA LAHRASH
( Argélia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1641


AHMED ALAJMI
( Barein )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1503

AHMED SHABLOL
( Egito )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1755

BASIM FURAT
( Iraque )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1374

HASSINE JELAAD
( Jordânia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1260

ORKESH BRAHIM
( Kurdistão )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1989

SAADIAH MUFARREH
( Kuwait )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1078

SABAH AL-KHARRAT
( Líbano )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1768

KHOULOUD AL-FALAH
( Líbia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1114

MOHAMED AHMED BENNIS, ABDELOUAHID BENNANI e MOHAMED SIBARI
( Marrocos )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1576
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=2405
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=2435

SAIDA KHATER
( Oman )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1929

SULEIMAN DAGHASH
( Palestina )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1789

SOAD ALKWUARI
( Qatar )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1079

GHALIA KHOJA
( Síria )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1397

SALWA BEM RHOUMA
( Tunísia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=2009

ESSAM AISSA RAJAB
( Sudão )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1449

AHMED SLAMY
( Iemên )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_arabe.asp?ID=1301

JUERGEN POLINSKE y JOSÉ PABLO QUEVEDO
( Alemanha )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=1456
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=836


JUAN JOSÉ VALDIVIA, CARLOS BENITES VILLODRES , HARMONIE BOTELLA CHAVES e MARIA SÁNCHES FERNANDEZ
( Espanha )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=1972
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=985
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=3170

DIMOTRIS P. KRANIOTIS
( Grécia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=1895

ELENA BENIGNI
( Itália )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=3612

SERGIO ZÚÑIGA RIVAS
( Polônia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=4637

JOAO SEVIVAS, ALEXA WOLF e CARLOS MORAIS DOS SANTOS, ARLETE PIEDADE
( Portugal )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=655 1 0
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=2885
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=4930
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=1371


SIMONA DANCILA
( Romênia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=5034

NINA LA PORTA
( Canadá )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=588

PAOLA VALVERDE ALIER
( Costa Rica )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=500

JUANA GARCIA ABAS e JORGE BOUSOÑO GONZÁLEZ
( Cuba )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=750
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=773

SIMÓN ZAVALA GUZMÁN e Marieta Cuesta Rodríguez
( Equador )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=901
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=6389*

ENRIQUE GODOY DURÁN
( Guatemala )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=2384


LUIS MENDEZ TORRES
( Honduras )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=2156


ISABEL CRISTINA MURRIETA e CARLOS VALENZUELA QUINTANAR
( México )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=692
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=3513

KHATYA M. RODRIGUEZ
( Panamá )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=2433

JIMMY JAVIER OBANDO
( Nicarágua )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=6486

DELFINA ACOSTA
( Paraguai )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=2190

VILMA REYES
( Porto Rico )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=589

RAFAEL ROSADO
( República Dominicana )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=3813

Freddy Cancino (Seudónimo) GALVARINO ORELLANA
( Suécia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=2659

VIOLETA BONCHEVA
( Bulgária )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=4946

SOFIA FADDEEVA SKNARINA
( Rússia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=1070

NAJMEH SHOBEYRI
( Irã )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_asia.asp?ID=4451

MILA MARIAN FURUSE y KAE MORII
( Japão )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_asia.asp?ID=1429
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_asia.asp?ID=913

AYTEN MUTLU
( Turquia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_asia.asp?ID=5437

MARCELA VANMAK
( Israel )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_asia.asp?ID=1240

CERMEN VERLICHAK
( Croácia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=1488

ANNA COQBLIN FEDELE (Anna Luna) e AUDREY ARIAS-CHAZOT
( França )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=4019
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_europa.asp?ID=1865

MARCELA PREDIERI, JUAN POMPONIO e MIGUEL ANGEL DE BOER
( Argentina )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=2161 1 2
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=573
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=399

MARGARET MITCHELL ARMAND
( Haiti )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=2768

RAM KRISHNA SINGH
( Índia )
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_asia.asp?ID=4961

FREDDY RAMÓN PACHECO, ANDRÉ CRUCHAGA e MARIO NOEL RODRÍGUEZ
(El Salvador)
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=4327
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=620
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=3288

DAVID ALTAMIRANO HERNÁNDEZ, IREM TOAL, JACQUELINE LAGOS MARAGAÑO, ALFRED ASÍS e JOSÉ MIGUEL TORRES
(Chile)
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=5915
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=496
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=2093
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=4320
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=575

REI BERROA, MARÍA NÉLIDA MENDOZA e NORMA FELIZ PERALTA
(Estados Unidos)
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=5614
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=3726
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=4705


Revisão:
Ana da Cruz - Escritora, Tradutora, Agente Sócio-Cultural
Poetas del Mundo http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=5065



DELASNIEVE DASPET
daspet@uol.com.br
delasnievedaspet@gmail.com
55-67-9911-1959
http://www.poetasdelmundo.com/socios_america.asp
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=600
http://delasnievedaspetdivulgapoetasdelmundo.blogspot.com/
http://www.delasnievedaspet.com.br/
http://www.pantanalms.tur.br/
http://www.lunaeamigos.com.br/
Delasnieve Daspet - Embaixadora da Paz! Brasil
http://delasnievedaspet.blogspot.com/
http://blog.uol.com.br/showposts.html?idBlog=1143892
http://delasnievedaspet.ning.com/
http://grupobrasilmostratuacara1.blogspot.com/
http://recantodasletras.uol.com.br/autores/delasnieve

http://www.lunaeamigos.com.br/associacao/indice.htm
http://www.lunaeamigos.com.br/associacao/associacao.htm
http://www.lunaeamigos.com.br/associacao/registro.htm

Saturday, May 08, 2010

Carlos Conrado entrevistado por Luciana Tannus

Foto: Valdeck Almeida (esq.) e Carlos Conrado



Carlos Conrado é poeta, escritor, humanista, desenhista, diagramador... enfim, um artista multifacetário. E é com muita satisfação que este poeta me concedeu uma entrevista a respeito de seus trabalhos, sonhos e realizações no campo Literário. Já publicou 2 livros de poesias e está preparando seu primeiro romance intitulado “O Numismático”.

Conrado, quando e como você descobriu a poesia em sua vida?
Bem, essa lembrança permanece nítida em mim. Foi através de um primo meu. Ele me apresentou os poetas Castro Alves, Camões, Álvares de Azevedo e Bocage quando eu tinha somente 11 anos. Ele escrevia e me incentivava a escrever. A princípio desenvolvendo cartas as quais sempre trocávamos, devido à distância. Eu morava no interior da Bahia e ele em São Paulo. Seu nome é Thiago Amorim!

Dediquei-me mais a poesia quando conquistei meu primeiro prêmio literário promovido pela Entidade Dignus Day de Lages do Batata-BA, no ano de 1999.

De que forma se dá, o seu processo de criação?
Pode parecer um tanto estranho, mas eu adoro fazer pesquisas antes de criar qualquer texto, mesmo que seja algo puramente lírico. O conteúdo está em mim, muitas vezes, mas a técnica de construção, prefiro que seja de forma experimental. Os livros didáticos e as técnicas já criadas me servem para serem embaralhadas futuramente. Minhas temáticas variam muito. Sou uma pessoa com sede de conhecimento. Gosto de estar presente em todas as áreas. Sou adepto da personificação das coisas. Acredito ser um neosimbolista!…

Como você vê a poesia nos dias atuais?
Acredito que está cada vez mais distante do público alvo, que são os leitores comuns. Digo assim, pois, mesmo com todos os problemas, ainda temos o público que é o de poetas como nós! Escrever se tornou um exercício de escritor para escritor. Precisamos de políticas públicas de incentivo não só a leitura mais sim também a produção literária.

Você acha que existem leitores para a poesia?
Como já disse acima, o maior índice de leitores para a poesia está presente no universo daqueles que são criadores, assim como nós. Devo dizer também que uma minoria de leitores comuns faz com que nossa luta em prol desta arte não seja em vão.

Você sofreu influências de alguns escritores e poetas para o desenvolvimento de sua veia artística?
Os poetas mencionados acima foram minhas primeiras influências. Logo após, quando entrei para o corpo de Árcades da Arcádia Literária, conheci Augusto dos Anjos, Lord Byron, Baudelaire, e em especial, Fernando Pessoa, Blake, Cruz e Sousa. Fora do campo Poético, me encantei com as obras de Goethe, Fredrich Nietzsche, Sócrates e os sergipanos: Tobias Barreto, Silvio Romero, Mário Jorge e outros tantos do nosso vasto Brasil.

Possui livros publicados?
Sim! Quatro livros. São eles: Poesia Condenada, O Aeronauta Entre a Razão e a Loucura, Biografia de Áurea Albano Estevão de Souza e organizei a antologia poética A Plêiade – Tributo à Paz.

Tenho participação em antologias organizadas por outros escritores promotores de cultura. A exemplo: Valdeck Almeida de Jesus e Sandra Stabile. Acredito que minhas publicações em livros coletivos já ultrapassaram o número 10. Não gosto de fazer cálculos!... Publico meus textos em jornais e revistas também. Por algum tempo colaborei com o Jornal O Capital, aqui de Aracaju, liderado por Ilma Fontes. Também tinha forte abertura no Jornal O Liberal, de Laranjeiras, graças ao amigo poeta Emerson Maciel. Na Bahia, tive o privilégio de publicar em várias edições da revista ArtPoesia, liderada por Carlos Alberto Barreto. Também é de grande relevância para mim citar as publicações em 3 edições da revista internacional The Moon Ligth of Korea.

Não posso esquecer do trabalho à frente da revista Locozines – Revista da Cultura Emergente, a qual muito me permitiu ousar bastante.

Certa vez, eu assisti a uma performance sua em um evento de poesias na “Casa de Cultura”, aqui em Aracaju, e achei fantástica a sua apresentação. Como é aliar a poesia ao corpo e deixar fluir esse magnetismo de forma tão natural?
Moça! Rsrsrsrsrs. Até os meus 16 anos eu era um jovem tímido o suficiente para ter medo de mulheres que eu considerava bonitas e outras coisas totalmente bizarras. Melhorei meu comportamento graças ao teatro. O teatro liberta! Agradeço a atriz Tetê Nahas, pois ela fez um milagre em mim. Unir a poesia com o teatro me permite aproximar-me da mensagem lapidada a ponto de causar os incômodos que os textos muitas vezes procuram extrair dos seus ouvintes.

Sobre o seu livro “O Aeronauta”, o que o motivou a criação?
Confesso que me inspirei à criação deste meu livro, após ler a célebre obra de Erasmo de Rotterdam, “O Elogio da Loucura”. Erasmo foi um dos primeiros escritores que deu voz a Loucura. Sabendo da presença desta “enfermidade” no universo e dentro do meu Eu, acreditei ter ouvido da própria protagonista o pedido de fazer com que o seu canto prosseguisse. Sei que não sou o único a fazê-lo! Mas me esforço o bastante para ser fiel a ela.

Existe um trecho de seu livro “O Aeronauta” que diz o seguinte:

“(...) Quero cultivar a minha loucura sem ferir a ninguém. Quero a liberdade para gozar de todas as minhas faculdades. Quero a aceitação de todas as minhas diferenças (...)”

Você acha que isso seja possível no mundo de hoje?
Bem, fazer isto acarreta em várias consequências! Penso que o homem é mais feliz quando expõe seus verdadeiros sentimentos. Quando a expressão não for abafada pela nossa própria censura. É claro, fazer isto de forma a respeitar o quadrado do seu irmão. Mesmo que se siga o lema de Aleister Crowley, é necessário o respeito para com o próximo sempre!

Você publica na rede, em revistas eletrônicas e possui o seu blog. Você acha que a internet tem propiciado a difusão de suas obras poéticas?
Sim! É evidente que através da Internet a divulgação dos nossos trabalhos aumenta de forma voraz e eficiente. Se com livros impressos para chegar a 300 leitores, em média, necessitamos de meses, na Rede é possível conseguir atingir esta meta em apenas um dia. Paulo Coelho prova isto com o seu blog que recebe cerca de 3 milhões de visitantes por dia.

Você preside o Movimento Cultural A Plêiade. Fale um pouco a respeito disso.
O Movimento Cultural A Plêiade foi criado recentemente com a proposta de aglutinar militantes da cultura que, assim como eu, acreditam que o trabalho coletivo é mais forte que o trabalho de um homem só. O Movimento, além de buscar seus sócios, busca também seus representantes em cada uma das cidades brasileiras. São os chanceleres... nossos representantes legais, que têm como objetivo e dever promover e divulgar as ações culturais e sociais de sua cidade.

Nossa história começou no blog Dichtershaus, mas precisamente em 2006, a princípio como título de uma antologia organizada por Thiago Amorim e eu. Em 2009, em parceria com outros agentes culturais, vimos a necessidade de ampliar as nossas atividades. Criamos uma Rede Social no Ning, e já estamos projetando o nosso site para que haja um maior contato entre nós e que, também, venhamos divulgar as nossas produções.

Plêiade, palavra do latim que significa cada uma das sete estrelas que formam a constelação que era considerada favorável à navegação. No sentido figurado, é uma reunião de pessoas célebres, com profundo saber.

Existe algum projeto literário que você pretende desenvolver?
Muitos projetos rondam a minha mente! Para dá-los força até pensei em me candidatar como Deputado neste ano, no intuito de ganhar poderes para executá-los todos de forma a agradar todos os beneficiados. Independente de poderes maiores, faço e continuarei a fazer a minha parte. Organizo o evento Tertúlia, juntamente com os escritores Luiz Lyrio, Gigi, Luciana Tannus e a Presidente da Arcádia Literária e minha companheira, Talita Fontes.

Os projetos que venho desenvolvendo ao longo do tempo são frutos de trabalhos coletivos. A união do nosso Movimento junto ao Consulado Sergipano do Poetas Del Mundo; do Movimento Cultural Abrace, representado em Aracaju por Luiz Lyrio; da Arcádia Literária; da Cia. De Teatro Stutifera Navis e Casa Rua da Cultura, lideradas por Lindemberg Monteiro; da Casa do Poeta de Aracaju, presidida por Ilma Fontes; do Projeto Alma Brasileira, comandado por Sandra Stabile; da AAPLASA- Associação dos Artistas Plásticos de Aracaju, liderada pelo artista Chiko Só; do Projeto Nova Coletânea com Bruno Resende à frente; do Projeto Fala Escritor, liderado por Leandro de Assis; do Círculo Universal de Embaixadores da Paz; do Jornal O Liberal representado por Emerson Maciel; dos agentes culturais Valdeck Almeida de Jesus e Renata Rimet, da mídia sergipana, a exemplo do Jornal impresso CINFORM, TV Sergipe e Aperipê, fazem com que nossos projetos ultrapassem as barreiras da mente e do papel. Com essa união muitos projetos são possíveis!

A partir do próximo mês, estarei iniciando as oficinas de Teatro e Desenho no Colégio Estadual Atheneu Sergipense, o qual acolhe de forma carinhosa a Arcádia Literária. Esta não é a primeira vez que ministro oficinas nesta área. Adoro trabalhar com os jovens, que assim como eu, possuem muito talento à espera de alguma ação ativadora e incentivadora.

Como você define o Carlos Conrado?
Um cidadão comum de 24 anos, tentando fazer arte em todas as suas vertentes. Seja nas letras – onde mais me encontro, nos palcos, ou nas artes plásticas. Eu sou um sujeito romântico, louco e amigo!... Existe uma música do Raul que diz o seguinte: “O auge do meu egoísmo é querer ajudar.” Grifo esta frase no intuito de expor um grande defeito como profissional ou até mesmo, como um ser no individualismo. Não consigo ser individualista, nem querendo! Gosto de ser diplomático. Atender a todos independente da raça, credo, cor, nação e ideologia. Por ser assim, apareço inúmeras vezes querendo agarrar o mundo com apenas duas mãos, e acabo não conseguindo tanto êxito, é óbvio!…

Nas horas vagas gosto de ler, escrever... é claro! E também gosto de pintar telas, sempre experimentando novas técnicas. Gosto de assistir e produzir filmes, inda que sejam caseiros, mas adoro o campo do cinema, principalmente dos bastidores. Tento colher o máximo de informações possíveis para que, mais tarde, quando eu estiver soltando meu último suspiro, ir em paz sabendo que vivi o máximo de mim.

Enfim, poderia deixar aqui os endereços eletrônicos de suas obras para os leitores acessarem?
http://www.conradoemtextos.blogspot.com/
Facebook: Carlos Conrado Spykezem
http://www.vidasemcartas.blogspot.com/

Pois é pessoal, conhecemos aqui um pouco da vida desse poeta de mil faces, de suas habilidades e de seu amor por tudo que faz. Quero agradecê-lo pela disponibilidade e pelo carinho, tão presente, no trato com as pessoas, sempre. Obrigada.

*Luciana Tannus - Poetisa mineira natural de Belo Horizonte. Atualmente reside em Aracaju-SE. Mantém o blog: http://www.lucianatannus.blogspot.com/

Friday, March 05, 2010


Escritor Carlos Vilarinho lança livro de contos na Livraria LDM



O Velho – 18 contos cotidianos e fantásticos sairá com o selo da Assembléia Legislativa da Bahia

Priorizando a originalidade e a imaginação fantástica, o diretor executivo da Câmara Bahiana do Livro, Carlos Vilarinho, lançará no sábado, dia 6 de março, a partir das 10h, a coletânea de contos O Velho – 18 contos cotidianos e fantásticos. O evento, que incluí bate papo com o autor, será realizado na Livraria LDM, na Piedade. O livro traz os contos A Dama e O Ogro Quiromaníaco que foram premiados em dois concursos literários com temática erótica, o primeiro em Brasília e o segundo em São Paulo e em Vitória (ES).

O autor apresenta uma linguagem própria, sem efeitos e com muita clareza. Desnuda o ser humano que está a sua volta e a si mesmo tornando-o também protagonista de sua narrativa singular. Nos contos Cartas de amor e O Degolado, fatos distintos que se entrelaçam ao final em memória longínqua dos personagens afins. Cheiro das Entranhas presenteiam ao leitor tênue visão de desejo e que passeia no imaginário de qualquer pessoa.

Já os contos Esquecidos de Si Mesmos, Usura, Pederastia e Clemência Para os Néscios, O Aposentado e O Homem – Pimenta são dramas de natureza genuinamente humana, a inveja que permeia e assola a vontade de quem não se estabelece no cotidiano do bojo social. O Boçal, Transe Ritualístico, O Fotógrafo, A Crise de Seis Mortes, O Homem Que Não Queria Morrer e Olho Frio são textos onde o fantástico e o terror real e inimaginável se misturam em suspense e atmosfera também dramática. Por sua vez e em contraponto ao terror apresentados por esses citados, em A Dama dos Olhos de Esmeralda, Tudo É irreal e O Velho, são histórias de imaginação dramáticas e acolhedoras. Finalmente fecha com um Conto de Natal onde a atmosfera natalina está presente no personagem Sofia.

O autor - Carlos Vilarinho é natural de Salvador. Diretor Executivo da Câmara Bahiana do Livro e professor e educador de Jovens e Adultos. Autor de As Sete Faces de Severina Caolha & Outras Histórias, selo Letras da Bahia 2005. Crime Oculto, romance genuinamente baiano, ainda sem edição. Vencedor do concurso literário "Bahia de Todas as Letras" UESC, com o conto "Ogro Quiromaníaco" 2006/2007. Vencedor do concurso "Cléber Onias Guimarães" Conselho Comunitário de São Paulo, modalidade crônica com o texto "A Restituição dos Zacheus", 2006.

Serviço:
O que: Lançamento do livro O Velho – 18 contos cotidianos e fantásticos
Onde: Livraria LDM, (Rua Direita da Piedade, 20 Piedade - Próximo a Secretaria de Segurança Pública )
Quando: Dia 6 de março, (sábado) a partir das 10h,
Entrada: Franca
Informações: (71) 9612-2775 / 8122-7231

Wednesday, February 10, 2010

Poesia de Valdeck Almeida em Cartão Postal do Teatro Vila Velha


O projeto Vila D’água realizou no ano passado um concurso de fotografias e poesias com o tema ÁGUA – RECURSO DURÁVEL.

Convidamos fotógrafos e poetas baianos, profissionais e amadores, para participarem do concurso que selecionou 06 imagens e 06 poesias para compor uma coleção de cartões-postais, a ser distribuída na cidade do Salvador, contribuindo na formação da consciência sobre os recursos naturais do nosso planeta, em especial sobre o uso da água.

A foto ao lado é de Fernando Sodack e a poesia abaixo é de Valdeck Almeida de Jesus, ambos selecionados para compor o 1° cartão-postal que será distribuído a partir da semana que vem em diversos pontos da capital soteropolitana.


Rio de Contas

És o Rei da região
Pois a ela inteira rasgas
Dando a todos pão e vida
Que a enchente carrega.

Das Contas, tem home é rio
E também Rio da Sereia
Mas agora, sem beleza
És somente o Rio da Areia.

Teus peixes aos poucos se vão
Tuas águas te abandonam
Só ficam da ponte os vãos.

E agora Rio das Contas?
O que haverás fazer
Com tuas piabas tontas?


Fonte: Folder Teatro Vila Velha

Baianos participam da maior feira do livro do Brasil

133 Poetas Lançam Livro Coletivo Na Bienal De São Paulo



Autor: Valdeck Almeida de Jesus



Valdeck Almeida acalentou a ideia do concurso desde seus 12 anos de idade, quando teve o primeiro contato com a poesia de Drummond, Castro Alves, Augusto dos Anjos e os cordéis escritos por vários gênios da literatura popular nordestina. Há 32 anos Valdeck compõe poemas e se aventura pelo mundo dos contos e crônicas.


O primeiro livro-filho de poesias, “Feitiço Contra o Feiticeiro”, no entanto, só veio à luz após vinte anos de gestação. Foi parido, parto normal, e caminha até hoje por este Brasil a fora.


Valdeck Almeida de Jesus sabe o que correr atrás de editoras e receber não como resposta. Não queria que outros poetas tivessem a mesma falta de sorte. Por isso, criou o “Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus”, que dá oportunidade a gente do mundo inteiro.


Confira a lista dos primeiros colocados, os quais receberão um exemplar da antologia, gratuitamente:


1° Colocado – Alexandre Tarlei (São Paulo) – poesia: Sou negro

2° Colocado – Dora Oliveira (Ipatinga-MG) – poesia: Retrato da República


3° Colocado – Vanessa Ratton (Guarujá-SP) – poesia: Cidinha


4° Colocado – Fátima Venutti (Blumenau-SC) – poesia: Mortalha


5° Colocado – Lílian Porto Silva (Niterói-RJ) – poesia: Faz de conta


6° Colocado – Jussára C. Godinho (Caxias do Sul-RS) – poesia: Dia da Consciência Negra: Indignação


7° Colocado – André Sesti Diefenbach (Porto Alegre-RS) – poesia: Farrapos


8º Colocado – Gabriel Fernando Gómez (Buenos Aires, Argentina) – poesia: Infidelidade


9° Colocado – Valéria Victorino Valle (Anápolis-GO) – poesia: Sou Drumundo


10° Colocado – Carolina Bottura (Belo Horizonte-MG) – poesia: Pré-matura



Esta edição destacou os poetas abaixo relacionados com Menção Honrosa:


Anna Luisa Traiano Mundt (Rio de Janeiro-RJ) – poesia: Realidade


Cassiane Schimidt (Gaspar-SC) – poesia: Prematuro


Cibele Garcia (Santos-SP) – poesia: Separação


Duílio Henrique Kuster Cid (Vitória-ES) – poesia: Naufrago na urbe


Eliana Cristina Hencklein (Descalvado-SP) – poesia: Para escrever...


Elias Antunes (Goiânia-GO) – poesia: Da realidade


Erik de Carvalho Alvarenga (Vargínia-MG) – poesia: Poleiro pobre


Fábio Daflon (Vitória-ES) – poesia: Agripina


Fabrício Martines Alves (São Paulo-SP) – poesia: Soneto bissexualmente indeciso


Gabriel Rolim de Oliveira (Porto Alegre-RS) – poesia: Palhaçadas vazias


Geraldo José Sant’Anna (Bebedouro-SP) – poesia: Ébano


Grigório Rocha (Salvador-BA) – poesia: Mortalha


Isaac Soares de Souza (Pompéia-SP) – poesia: Mundo


Karlla Caroline de Oliveira Souza (Jataí-GO) – poesia: Atual dilema shakespeariano


Ney Cohen (Belém-PA) – poesia: Esse lixo


Rodney Caetano (Curitiba-PR) – poesia: Poema gene


Roque Aloísio Weschenfelder (Santa Rosa-RS) – poesia: Alva poesia


Rosana Rezende Telles Vaz Diniz (Volta Redonda-RJ) – poesia: Domingo, dia no que não pode


Silvana Sampaio (Vitória-ES) – poesia: Moto – perpétuo


Sílvia Nascimento (São José do Rio Preto-SP) – poesia: Luta vã


Virgínia Marília Candeias Santos Mareco (Alcáçovas, Portugal) – poesia: Falar ou calar?



Outros lançamentos


Além do lançamento citado acima, Valdeck Almeida lançará a coletânea “Antologia do Amor – 2010” e o livro “Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Contos LGBT’s” (este livro homenageia ao escritor e jornalista Jean Wyllys).


Sobre o Organizador:


Valdeck Almeida de Jesus é um poeta e sonhador. Lançou os seguintes livros: “Heartache Poems. A Brazilian Gay Man Coming Out from the Closet”, iUniverse, New York, USA, 2004; “Feitiço Contra o Feiticeiro”, Scortecci, São Paulo, 2005; 20% da renda doada às Obras Sociais de Irmã Dulce; “Memorial do Inferno. A Saga da Família Almeida no Jardim do Éden”, Scortecci, São Paulo, 2005; 1ª edição – 100% da renda doada às Obras Sociais de Irmã Dulce; “Jamais Esquecerei do Brother Jean Wyllys”, Casa do Novo Autor, São Paulo, 2006; “1ª Antologia Poética Valdeck Almeida de Jesus”, Casa do Novo Autor, São Paulo, 2006; “Memorial do Inferno. A Saga da Família Almeida no Jardim do Éden”, Giz Editorial, São Paulo, 2007 – 2ª edição; Participa de mais de vinte antologias de poesias. Por seus trabalhos em prol da literatura e da paz, foi nomeado Embaixador Universal da Paz em janeiro de 2010, pelo Círculo dos Embaixadores da Paz da Suíça e França. A entidade é ligada à Organização das Nações Unidas (ONU).


Site pessoal: http://www.galinhapulando.com/



Título: “Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus - 2009” - poesias


Org. Valdeck Almeida de Jesus


Editora: Giz Editorial


Páginas: 215


Onde comprar: Giz Editorial (on-line) ou direto com o organizador:



21ª BIENAL INTERNACIONAL DO


LIVRO DE SÃO PAULO 2010



http://www.bienaldolivrosp.com.br/



12 a 22 de agosto de 2010, das 10 às 22 horas


Parque de Exposições Anhembi


Avenida Olavo Fontoura, 1209


Bairro Santana – São Paulo–SP



http://www.artigonal.com/literatura-artigos/133-poetas-lancam-livro-coletivo-na-bienal-de-sao-paulo-1844132.html



Perfil do Autor

VALDECK ALMEIDA DE JESUS nasceu em Jequié, Bahia, em 1966. Jornalista, trabalha, atualmente, como funcionário público, editor de livros e palestrante. Publicou os livros Memorial do Inferno: a saga da família Almeida no Jardim do Éden, Feitiço contra o feiticeiro, Valdeck é Prosa e Vanise é Poesia, 30 Anos de Poesia, Heartache Poems, dentre outros. Participa de mais de 30 antologias. É organizador e patrocinador do Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia, desde 2005.

Tuesday, February 09, 2010

Escritor Valdeck Almeida no Forum Social Mundial Temático da Bahia

Sandra Stabile, Valdeck Almeida, Carlos Conrado e Renata Rimet

29/01 – Auditório DEDC da Universidade Estadual da Bahia – UNEB: Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus, Projeto Amantes do Conhecimento (Tassio Revelat), Fala Escritor (Leandro Assis), Projeto Galinha Pulando (Valdeck Almeida de Jesus).

Mesas Valdeck Almeida de Jesus/Fala Escritor.
Moderadora: Renata Rimet.

Das 09 às 11:00hs - Palestrantes e temas:

Panorama editorial da Bahia (Carlos Ventura)
O livro e as feiras do livro no Brasil (Leandro de Assis)
A profissão do escritor (Carlos Alberto Barreto)
Marketing pessoal para escritores (Carlos Sousa)
 
Das 11 às 12:00hs - Recitais poético-musicais com:
Antônio Barreto, Varneci Nascimento, Jotacê Freitas, Franklin Maxado (cordelistas)
Carlos Conrado, Leandro de Assis, Grigório Rocha, Sandra Stabile, Renata Rimet, Carlos Barreto, Carlos Ventura, Valdeck Almeida, Domingos Ailton, Rick Vieira, Luiz Ramos, Tina Tude, Dulce Moreira, Robson, Marcos, Noan e Tonny, Varenka de Fátima, Jaime Poeta, Lucymar Soares, Monique Jagersbacher, Fau Ferreira, Vera Passos.

Das 11 às 12:00hs - Exposições:

"Um pouquinho" (Renata Rimet)
"Fogo fátuo" (Carlos Barreto)
Revista Art Poesia
"Inquietações" (Leandro Assis)
"Revolução pessoal" (Carlos Souza)
"Mãos que falam", Projeto Alma Brasileira (Sandra Stabile)
"30 Anos de Poesia" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Antologia Poética Valdeck Almeida de Jesus – ano 3" (Valdeck A. de Jesus)
"Feitiço Contra o Feiticeiro" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Memorial do Inferno. A Saga da Família Almeida no Jardim do Éden" (Valdeck)
"Minha Alma Nua" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Poemas que falam" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Prêmio Valdeck Almeida de Jesus de Poesia – 2008" (Valdeck Almeida)
 
30/01 – Auditório DEDC da Universidade Estadual da Bahia - UNEB

Mesas Projeto Amantes do conhecimento (Tassio revelat), projeto Atitude (Tina Tude), o educador filosofo (Robson Santos).
Mediadora: Vanessa Fragoso.

Das 9 às 11:00hs. - Mesa: Educação integral.
Palestrantes e temas:
A pedagogia do ser (Dulce Moreira Sampaio)
Educação de valores humanos (Claudio Ponde Avena),
Amantes do conhecimento (Tassio Revelat)
Projeto Atitude (Tina Tude)
O educador filósofo (Robson Santos).
Moderadora: Vanessa Fragoso.

Das 11 às 12:00hs. - Exposições:

Sandra Stabile ("Antologia mãos que falam")
Carlos Vilarinho ("O velho")
Domingos Ailton ("Figuras típicas da religiosidade popular de Jequié")
Leo Dragone ("Diário de Rafinha. As duas faces de um amor")
Valdeck Almeida de Jesus ("Memorial do inferno" e "30 anos de poesia")
Marcos Peralta ("Uns cantos do Viva MaCcaca")
Luiz Lyrio ("Nos idos de 68").
"30 Anos de Poesia" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Antologia Poética Valdeck Almeida de Jesus – ano 3" (Valdeck A. de Jesus)
"Feitiço Contra o Feiticeiro" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Memorial do Inferno. A Saga da Família Almeida no Jardim do Éden" (Valdeck)
"Minha Alma Nua" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Poemas que falam" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Prêmio Valdeck Almeida de Jesus de Poesia – 2008" (Valdeck Almeida)


30/01 –  Teatro da Universidade Estadual da Bahia - UNEB
Das 17 às 23:00 hs.

Lançamentos de livros/Exposição – 20 às 21 horas com recitais:
Valdeck Almeida – "Memorial do Inferno" e "30 anos de poesia"
Léo Dragone – "Diário de Rafinha. As duas faces de um amor"
Sandra Stabile – "Antologia Mãos que Falam", do Projeto Alma Brasileira"
Carlos Vilarinho – "O velho"
Domingos Ailton – "Figuras típicas e religiosidade popular de Jequié"
Marcos Peralta – "Uns Cantos do Viva MaCcaca"
Luiz Lyrio - "Nos Idos de 68"
Carlos Souza – "Revolução pessoal"
Renata Rimet – "Um pouquinho"
Carlos Barreto – "Fogo Fátuo" e revista Art Poesia
Leandro Assis – "Inquietações"
Vanise Vergasta – "Valdeck é Prosa e Vanise é Poesia"
"30 Anos de Poesia" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Antologia Poética Valdeck Almeida de Jesus – ano 3" (Valdeck A. de Jesus)
"Feitiço Contra o Feiticeiro" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Memorial do Inferno. A Saga da Família Almeida no Jardim do Éden" (Valdeck)
"Minha Alma Nua" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Poemas que falam" (Valdeck Almeida de Jesus)
"Prêmio Valdeck Almeida de Jesus de Poesia – 2008" (Valdeck Almeida)

Recitais e Musicais:
Antônio Barreto, Varneci Nascimento, Jotacê Freitas, Franklin Maxado (cordelistas)
Carlos Conrado, Leandro de Assis, Grigório Rocha, Sandra Stabile, Renata Rimet, Carlos Barreto, Carlos Ventura, Valdeck Almeida, Domingos Ailton, Rick Vieira, Luiz Ramos, Tina Tude, Dulce Moreira, Robson, Marcos, Noan e Tonny, Varenka de Fátima, Jaime Poeta, Lucymar Soares, Monique Jagersbacher, Fau Ferreira, Vera Passos.

Site: http://www.fsmbahia.com.br
UNEB – Universidade do Estado da Bahia
Avenida Silveira Martins, 2555 – Cabula
Salvador-BA
Tel.: 71 3117-2200

Fotos dos eventos: Galinha Pulando

Friday, January 22, 2010

Delegado bagual

Por: Roger Sprode Bruti

Em Santa Maria/RS exerce suas atividades profissionais o Delegado de Polícia mais bagual do Rio Grande do Sul. É o meu amigo André Sesti Diefenbach. É bagual, porque ama as tradições gaúchas como ninguém, trova, faz músicas, vídeos e poemas gaúchos até enquanto está embaixo do chuveiro. Até possui alguns sites sem fins lucrativos cujos endereços são http://www.bagualismo.tv e http://blogopoeta.blogspot.com Todo ano o André ganha prêmios regionais e nacionais com músicas e poemas de sua autoria.

Na semana passada ele ganhou mais um prêmio literário de âmbito nacional no concurso “Valdeck Almeida de Jesus” com um texto gaudério de sua autoria. Como já ocorreu antes, o escrito desse bagual será publicado em um livro a ser lançado na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, evento que ocorrerá de 12 a 22 de agosto de 2010, no Pavilhão de Convenções do Anhembi.

Como diz o gaúcho, deem um “espiada” na poesia com a qual ele venceu referido concurso: “Na guerra pela liberdade, lutaram conterrâneos, / Irmãos em lados opostos, soldados apostos, / Lanças, espadas, canhões, os índios em seus redomões... Uns querendo o divórcio, a formação de um novo Estado, / Outros mantendo o consórcio, com o império ao seu lado. / Farrapos libertadores, Pica-paus mantenedores, / E assim foi por muito tempo, o Rio Grande em seu horizonte sangrento... / Muitos encararam a sorte, valentes, guerreiros, / Neste jogo de vida e morte, disputado por lanceiros, / Alguns se tornaram heróis e até hoje vivem na história, / Vários tombaram no campo, sendo apenas esta sua glória. / No final, apesar da derrota, a vitória foi Farroupilha / Pois mostrou ao mundo inteiro que gaúcho é xucro e não se encilha!”

Afirmo aos leitores: há pessoas que moram bem ao lado de nossas casas, mas que jamais passaria por nossas cabeças quais maravilhosos talentos elas possuiriam. Por vezes, desenvolvem suas artes timidamente, só para si, no interior dos seus quartos. São pintores, escritores, músicos, enfim, pessoas com talentos os mais peculiares. Você leitor certamente deve ter um.

A verdade é que todos nós possuímos algum hobby em particular. E como é bom descobrirmos que o Fulano gosta de ler livros tão interessantes, sobre temas cuja existência nem imaginávamos haver; que Beltrano gosta de tocar blues com o seu violão, escondido em seu quarto; que Sicrano gosta de escrever para o Jornal “A Razão”, por puro prazer, sem esperar nada de retorno. Talentos assim, ao meu ver, devem sempre ser cultivados e preservados.

Fonte: Galinha Pulando

Thursday, January 21, 2010

Projeto “Alma Brasileira” anuncia resultado de concurso literário

RESULTADO do 1º CONCURSO DE POESIA- MÃOS QUE FALAM
O PROJETO ALMA BRASILEIRA TORNA PÚBLICO O RESULTADO FINAL DO

1º CONCURSO DE POESIA – MÃOS QUE FALAM
LANÇAMENTO DIA 30/01/2010

convite
Sandra L.Stabile e Poetas convidam a todos para
Uma festa literária imperdível!
FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

Local: Biblioteca do Instituto de Matemática – UFBA - Ondina.
Horário: 19: ás 22:00 hs Salvador- Ba

Descrição do Evento: Depois do grande sucesso com a primeira edição da Antologia Alma Brasileira Poemas e da Antologia Alma brasileira -Crônicas em São Paulo , Bahia e Aracaju ,fruto da união de várias entidades e agentes culturais, está tudo pronto para a sua 3ª edição. Desta vez em outro ambiente, no Fórum Social Mundial que se realizará em Salvador-Ba dias 28, 29 e 30 de Janeiro o evento contará com a seguinte


GANHADORES

Diná Fernandes da Silva
1º Colocado
 
 Tarde Inquietante
Tarde morna de céu acinzentado
Pensamento solto... Inquietante!
Dói no peito o sentimento velado
Quisera alçar vôo como ave migrante
No poente ainda brilha os raios dourados
Do sol. Encanta-me o arrebol pujante
Introspectiva... Entrego-me ao passado
No coração, uma saudade arquejante
No regato, águas remanceando
A correnteza deslizando suavemente
Borbulham e seguem serpenteando
Finda o dia e minha tarde inquietante
O gorjeio das aves anunciando
O anoitecer. E a tarde suavemente
Vai caindo, caindo e adormecendo...
Nos braços da lua que chega sorridente.



Claudia Corbal
2º colocado
Consumista


Seu hobby é comprar.
Compra sapato;
compra roupa;
compra carro,
compra touca.
Arrasta tudo o que vê na frente;
é amigo de todos os gerentes,
tem mais de dez cartões.
Empréstimo? Já pegou milhões!
Tá sempre endividado;
quando percebe fica estressado.
Para acalmar vai para o shopping,
volta ainda mais irritado,
não por preocupação,
Está com a cabeça fervendo! Irado!
Porque acabou o limite do cartão,
até receber não pode gastar.
Mas gastar o que?
Tá de cheio contas pra pagar!
Anda mais duro que bola de bilhar;
já cortaram até a sua luz!
Vai pedir dinheiro pra quem?
Seus ex-fiadores fogem mais dele
do que o diabo da cruz!
A solução é empurrar com a barriga,
mês que vem tá chegando,
e a vida existe pra ser vivida!
Pede um vale pro patrão,
que já está de saco cheio!
Mas fazer o que?
Sem grana a vida fica sem recheio,
e consumista que se preze,
tá sempre precisando de dinheiro!


Valeria Guerra
3º colocado



Fotos
Fotos... Arremessadas...
Em meu olhar...
Sou aquele que há...
Alheio ao universo...
Eu vou seguir funesto...
Sem noção..
Vejo rimas e discórdias...
Naturais..
Dentre as doutrinas tão iguais...

Vem!
Tempo do destino,
Enclausura minha noite e instaura teus delírios...
Em meus vãos...

No teu sorriso, não choro...
Mas sem fingir...
O medo é real... Secular...

Sou viajante das iniqüidades..
Sobrevivo da partida..
OU da chegada de alguém..

Vem... Tempo do destino
Enclausura minha noite e instaura teus delírios...
Em meus vãos.
Quero o inacessível...inerte...
Na principal via...pública..
Arrebento meu feliz mistério e fim.

Poema destaque


Fátima Sansone
Chance de recomeçar

A nossa vida é uma renovação constante...
Com o passado distante...
Trazendo para nós o presente...
Mudando atitudes daqui para frente...
Podendo compor... Um futuro descente

Um futuro composto de amor...
Enchendo o coração de calor...
Um brilho diferente no olhar...
Por ter conseguido conquistar...
A mudança... Que propôs alcançar

Sentimento de vitória...
Futuro de muita glória...
Desenhando nosso presente com cuidado...
Afastando a tristeza do passado

Deus em sua infinita bondade...
Dá-nos a chance a cada momento...
De podermos mudar o que sentimos de errado...
Evoluindo e aprendendo

Só depende de nós... Aprender a lição...
Compondo um futuro...
Que nos dará orgulho...
De carregar... No coração!

POETA HOMEGEADO
Singrid Spolzino

TEXTO CONTRA CAPA
Eriem Ferrara


Sandra Stabile
Salvador-Ba

Você já leu Memorial do Inferno, de Valdeck Almeida de Jesus?

Followers

Blog Archive

About Me

My photo

VALDECK ALMEIDA DE JESUS nasceu em Jequié, Bahia, em 1966. Jornalista, trabalha, atualmente, como funcionário público, editor de livros e palestrante. Publicou os livros Memorial do Inferno: a saga da família Almeida no Jardim do Éden, Feitiço contra o feiticeiro, Valdeck é Prosa e Vanise é Poesia, 30 Anos de Poesia, Heartache Poems, dentre outros. Participa de mais de 30 antologias. É organizador e patrocinador do Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia, desde 2005. Expõe seus textos no site www.galinhapulando.com

Contato com o autor: poeta.baiano@gmail.com

Minhas Músicas


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com