Wednesday, February 10, 2010

Poesia de Valdeck Almeida em Cartão Postal do Teatro Vila Velha


O projeto Vila D’água realizou no ano passado um concurso de fotografias e poesias com o tema ÁGUA – RECURSO DURÁVEL.

Convidamos fotógrafos e poetas baianos, profissionais e amadores, para participarem do concurso que selecionou 06 imagens e 06 poesias para compor uma coleção de cartões-postais, a ser distribuída na cidade do Salvador, contribuindo na formação da consciência sobre os recursos naturais do nosso planeta, em especial sobre o uso da água.

A foto ao lado é de Fernando Sodack e a poesia abaixo é de Valdeck Almeida de Jesus, ambos selecionados para compor o 1° cartão-postal que será distribuído a partir da semana que vem em diversos pontos da capital soteropolitana.


Rio de Contas

És o Rei da região
Pois a ela inteira rasgas
Dando a todos pão e vida
Que a enchente carrega.

Das Contas, tem home é rio
E também Rio da Sereia
Mas agora, sem beleza
És somente o Rio da Areia.

Teus peixes aos poucos se vão
Tuas águas te abandonam
Só ficam da ponte os vãos.

E agora Rio das Contas?
O que haverás fazer
Com tuas piabas tontas?


Fonte: Folder Teatro Vila Velha

No comments:

Você já leu Memorial do Inferno, de Valdeck Almeida de Jesus?

Followers

About Me

My photo

VALDECK ALMEIDA DE JESUS nasceu em Jequié, Bahia, em 1966. Jornalista, trabalha, atualmente, como funcionário público, editor de livros e palestrante. Publicou os livros Memorial do Inferno: a saga da família Almeida no Jardim do Éden, Feitiço contra o feiticeiro, Valdeck é Prosa e Vanise é Poesia, 30 Anos de Poesia, Heartache Poems, dentre outros. Participa de mais de 30 antologias. É organizador e patrocinador do Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia, desde 2005. Expõe seus textos no site www.galinhapulando.com

Contato com o autor: poeta.baiano@gmail.com

Minhas Músicas


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com